EAD É O NOVO NORMAL E VOCÊ TEM MUITO A GANHAR COM ISSO.  O ensino a distância a partir de 2020.

 

As videoaulas vieram para ficar e há muita coisa por trás disso. Com a pandemia em 2020 os cursos e treinamentos presenciais tiveram que ser transferidos para o  EAD em um curto espaço de tempo. O que já era uma tendência irreversível se tornou uma realidade de uma hora para a outra e com isso muitas empresas que já pensavam em 'virtualizar' os seus cursos começaram a se movimentar. Outras já haviam começado antes e se beneficiaram disso. E você também tem muito a ganhar com essa revolução.

 

A demanda por cursos informais e profissionalizantes fora dos grandes centros urbanos sempre foi muito grande no Brasil e a popularização do ensino EAD é a solução mais prática para esse problema. E a rápida adequação que se deu entre os produtores, consumidores e plataformas de EAD em 2020 traz muitos benefícios e fará com que todos ganhem no final.

 

A primeira coisa que você descobrirá é que cursos em vídeos trazem enormes vantagens pedagógicas, como por exemplo: Em uma aula ao vivo transmitida profissionalmente a professora (o) pode fazer pequenos desenhos na lousa ou no flipchart que haverá uma câmera aproximando e fazendo o aluno ver tudo em destaque, o que ajuda a prender sua atenção. Quando fala diretamente com os alunos todos podem vê-la de perto quando necessário ou de longe, quando convier. Tudo o que ela mostrar em seu computador ou na TV do cenário estará sendo transmitido para os alunos de modo nítido. 

 

E mais: exercícios feito por alunos são exibidos pela webcam  e a professora os visualiza e corrige ao vivo enquanto os colegas também assistem e aprendem com as correções. Além disso os alunos não precisam sair de suas casas e vêm de todos os cantos do país.

As aulas gravadas também possuem uma série de vantagens em relação às presenciais e foi para  esclarecer algumas dúvidas que afligem os educadores que resolvi escrever este artigo focado especialmente nas plataformas de ensino por vídeo.

 

OS TIPOS DE PLATAFORMAS MAIS USADOS PARA O ENSINO EAD.

 

- Sistemas próprios -

Uma escola pode comprar ou alugar um sistema próprio de ensino EAD. Assim a desenvolvedora do software irá até a instituição e fará sua implementação. Primeiro ela o adaptará com alterações pedidas pelo comprador, como a adoção das cores da escola e de suas logos, por exemplo. Depois o instalará no servidor da corporação. Ao final treinará uma equipe na empresa contratante e manterá um suporte técnico funcionando diuturnamente.

Exemplo de sistemas assim: Qmágico.

 

- Sistemas online -

São plataformas online que podem ser contratadas por empresas, mas não compradas. Elas possuem geralmente os mesmos recursos dos sistemas implementáveis como um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) completo com salas de aula separadas por matéria, professor ou assunto, espaço para vídeos, arquivos gráficos ou provas. Recursos de acompanhamento de aprendizagem e etc.  Entretanto esses sistemas não podem ser implantados em uma empresa diretamente nos servidores e nem podem ser personalizados pelo cliente com suas cores e logo.

Exemplo de sistemas assim: Moodle (gratuito), Blackboard (pago).

 

- EAD com sistema de afiliados -

São parecidas com os Sistemas Online e possuem também diversos recursos para aprendizagem, mas não permitem a distribuição de logins de acesso para alunos pela instituição promovedora do curso. Nessas plataformas cada aluno deve comprar seu curso e os preços são muito diversos entre si. Por esse motivo esses sistemas não são usados para educação formal onde há o manejo dos alunos por parte das escolas. Mas eles são perfeitos para cursos livres ou profissionalizantes porque permitem a qualquer pessoa criar seu próprio curso. E da forma que preferir, seja por vídeos, áudios ou e-books. Isso foi uma grande revolução porque estimulou muitos profissionais a compartilharem seus conhecimentos sendo diretamente remunerados por isso. Dessa forma especialistas, que antes costumavam ter que viajar para diferentes cidades para poderem palestrar, passaram a gravar a palestra uma única vez.

 

Essas plataformas EAD possuem um grande diferencial que é o fato de, além do ambiente de aprendizagem, possuírem também uma área de comercialização. E nessa área há muitos recursos inovadores, sendo que um deles tem uma especial importância: o Sistema de Afiliados. Nele uma série de representantes comerciais, os afiliados, são atraídos pelos bons cursos e começam a divulgá-los na internet. Para isso usam um código de rastreamento que lhes dá uma comissão a cada curso que conseguem vender. Como afiliados geralmente são experts em marketing digital, geralmente eles são uma grande ajuda ao produtor do curso. Também o carrinho de compras e o sistema de pagamentos é operado pela plataforma, que fica geralmente com algo em torno de 10% do valor da venda pelos serviços. 

Exemplo de sistemas com Afiliados: Hotmart, Monetize, Udemy.

 

ObsO sistema da Udemy possui peculiaridades que o permite praticar preços bem abaixo que os de mercado. Um deles é o fato de que os produtores normalmente o usam para hospedar versões compactas de seus cursos. Cuja intenção é abrir caminho entre os consumidores para futuras compras de produtos com o ticket mais elevado e hospedados em outra plataforma.

- Softwares de videochamada -

Para aulas ao vivo muitos professores têm usado sistemas de comunicação por vídeo. Como são plataformas especializadas nisso a transmissão muitas vezes acaba sendo mais confiável. Por isso até mesmo escolas que possuem sistemas próprios para o EAD utilizam softwares de vídeo chamada quando querem estar ao vivo para muitos alunos ao mesmo tempo. Por esse motivo alguns dessas plataformas começam a oferecer possibilidades maiores nesse sentido. Cursos que não possuem um sistema EAD para complementar a videochamada podem utilizar um gratuito como o Google Classroom.

Exemplo de sistemas assim: Zoom, Google Meet.

 

- Plataformas de vídeo streaming -

Desde que o Youtube surgiu em 2009 as pessoas passaram cada vez mais a aprender através dos vídeos on demand. Hoje essas plataformas se modernizaram bastante e algumas parecem uma mini emissora de televisão de tão completas que são. Você pode estar pensando que esses portais não deveriam estar nessa lista por serem voltados para o entretenimento. Mas quisemos estender a noção do ensino a distância e para isso não poderíamos deixar de listar as que estão, já a muito tempo, sendo utilizadas para isso.

Exemplo de sistemas assim: Youtube, Vimeo.

 

 

 

QUAL A MELHOR MANEIRA DE SE TRANSFERIR CONHECIMENTO PELA INTERNET?

A resposta é: com vídeos, é claro.  A aprendizagem por vídeo consegue muitas vezes ser até melhor do que a presencial já que com ele você consegue pausar, repetir e até mesmo mudar a velocidade de reprodução de uma aula, recurso aliás cada vez mais utilizado pelos alunos.

 

TODO MUNDO GANHA

O vídeo permite que o professor ensine para um número muito maior de pessoas do que poderia presencialmente. E possibilita ao aluno encontrar o curso que procura, não importa onde esteja.

 

COMO PRODUZIR UM CURSO EM VÍDEO

- A Gravação -

Para a gravação o mais indicado é um cenário corporativo ou um estúdio. Gravando fora de estúdio a preocupação maior deve ser a escolha do microfone mais adequado para o tipo de acústica do ambiente. Em estúdio pode-se usar um cenário neutro como fundo ou pode-se filmar a aula em fundo verde e aplicar um cenário virtual durante a edição.  As principais vantagens do estúdio são: o isolamento acústico, que evita que qualquer som externo possa ser ouvido, e o tratamento acústico que melhora o timbre das vozes. Outras vantagens são os equipamentos disponíveis como monitor no pedestal, a possibilidade de controlar as luzes para melhorar a imagem e os cenários físicos e virtuais disponíveis. Além disso no estúdio o custo acaba ficando menor porque se evita montagem e desmontagem do set de equipamentos, o que requer uma equipe.

- A Pós-Produção -

Depois da gravação vem a edição, mas não para todos os cursos. Na educação formal os professores são muitos e é mais comum que enviem as aulas em vídeo diretamente para os alunos, sem edição. Ou ensinem ao vivo por vídeo conferência.

 

Mas em cursos profissionalizantes, técnicos ou livres a quantidade de professores é geralmente menor e o material gravado é quase sempre editado. Dessa forma os erros e pausas são eliminados, a imagem é melhorada, é feita a inserção de informações e grafismos, animação de abertura, close e open captions e etc. No final a qualidade do acabamento é interpretada como qualidade do conteúdo e até mesmo a compreensão do que é ensinado fica melhor. 

 

Na edição de cursos em vídeo a maior peculiaridade é a grande quantidade de material gravado que gera um fluxo de trabalho com muitos complicadores e requer ferramentas específicas.

 

APRENDIZAGEM DO FUTURO

É isso. O universo do ensino EAD está ainda em seu Big Bang, mas já se encontra em expansão. A pandemia fez com que adiantássemos alguns anos de um futuro que já se sabia inevitável e nada será como antes. O ensino a distância traz enormes vantagens tanto para quem ensina, quanto para quem aprende e veio para ficar. Uma outra dimensão desse universo é sua comercialização, mas disso trataremos em um artigo exclusivo. Até lá!

 do que você precisa? 

contatO
(71) 3043-5757  /  99195-5004
contato@conteudointeligenteweb.com.br

Rua Alceu Amoroso Lima, 314

Ed. Empresarial Antares

Sala 1102 – Caminho das Árvores

Salvador - Bahia